"Creio que uma forma de felicidade é a leitura!"

Resenha: A Caverna Cristalina - Uma Aventura no Tempo

Resenha: Uma Aventura no Tempo
Trilogia: A Caverna Cristalina
Autora: Christiane de Murville
Editora: Chiado Editora
Páginas 416
Cortesia cedida pela autora
Resenha por Marcelo Henrique @folhadepolen
Sinopse

"Aos poucos, as paredes cristalinas começaram a ressoar em função das vibrações produzidas na ânfora turquesa. A turma toda acompanhava, interessada, o computador de Victor, a alteração o campo eletromagnético na caverna. O movimento de partículas eletrizadas correndo pelas paredes, cujas propriedades condutoras simulavam uma bobina aceleradora de partículas, gerava uma campo eletromagnético extremamente forte e diferenciado que envolvia todos. Eles podiam sentir o corpo e os cabelos eletrizados, a tensão o ar, o arrepio correndo a espinha. O ambiente parecia mais leve e a vibração, a cada instante mais intensa, produzia um zumbido que embalava o grupo, fazendo tudo e todos oscilarem em conjunto. A lâmpada de Aladim estava acessa e Samuel perguntava-se qual seria o desejo em grupo, pois o que cada um carregava em seu coração e em seus pensamentos influenciaria o portal que, eventualmente, viesse a se manifestar. Uma névoa esbranquiçada começou a se formar, enfronhando-se por todos os cantos da caverna. A princípio leve, essa bruma que invadia o coração da rocha foi se tornando aos poucos mais espessa, dificultando a visão. Podia-se, apenas, vislumbrar o vulto daquele que estava mais próximo. (...) [Os integrantes do grupo] já não estavam tão convencidos de que a Morada do Altíssimo fosse, de fato, um local seguro."
Resenha
No início o leitor é apresentado a Samuel, um professor universitário que é Biólogo e Historiador e que está muito ligado com ações sociais. Ele participa de um grupo transdisciplinar, que reúne várias pessoas de idades e profissões diferentes, mas com um interesse em comum, mundos paralelos e realidades multidimensionais.
Em Igatu, na Chapada Diamantina na Bahia, foi destacado a ocorrência de muitos casos de desaparecimentos, assim o grupo na qual o professos biólogo historiados faz parte decide viajar para o local e assim poder estudar esses desaparecimentos Com pesquisas realizadas antes, o grupo percebeu que a Chapada Diamantina, mas especificamente em uma gruta chamada pela população local de Morada do Altíssimo, possui condições para a abertura de portais dimensionais, devido ao grande número de cristais na região.
Chegado na vila de Igatu o grupo se hospeda na pousada do Sr. Alvino, todos sobem para seus respectivos quartos para, os mais cansados, descansarem e outros se arrumarem para conhecer mais sobre a vila e a Chapada Diamantina.
No dia seguinte Samuel e o Grupo Transdisciplinar vão ao encontro de Ibiajara, guia que os levará para a gruta na qual o grupo está interessado em estudar. Na primeira visita à Morada do Altíssimo o grupo se surpreende ao perceber que, com condições especiais, houve uma simples abertura de uma janela interdimensional, que os fez ver pessoas de um tempo desconhecido e compartilhar alguns pensamentos, porém esse momento foi muito rápido. Assim, com essa confirmação da abertura de portais interdimensionais, os jovens decidiram voltar mais vezes.
Certo dia, quando um portal, não mais uma simples janela, se abre, Samuel e sua equipe veem uma espiral luminosa com várias camadas/níveis de realidade, o que faz cada pessoa visualizar uma situação diferente. Quando o portal se fecha, Samuel percebe que 8 de seus colegas não estão mais na Morada do Altíssimo, estranhando essa situação, ele supõe que os amigos voltaram para a pousada sem ele. Porém ao chegar no local ele percebe que os colegas não estavam lá e que não havia sinal deles por nenhum lugar da vila, o que faz o professor chegar a conclusão de que eles estão pressos em outra realidade, tempo ou espaço. Tendo que correr contra o tempo e ainda ter que lidar com as autoridades locais para resgatar seus companheiros do Grupo Transdisciplinar.
A notícia do desaparecimento de mais 8 pessoas logo corre, não só pela cidade, mas também pelo mundo todo, chegando a ir jornalistas e pesquisadores estrangeiros para a Vila de Igatu para terem mais informações sobre o tal sumiço.
Samuel e os poucos integrantes do grupo transdisciplinar que ficaram, aos poucos, conseguem trazer, aos poucos, algumas pessoas de volta, incluindo uma turista russa que a anos tinha desaparecida no mesmo local. Com a volta e relato dessas pessoas, Samuel chega a hipótese de que tudo o que acontece no portal é exclusivo para cada um,devido aos pensamentos e crenças das pessoas e também devido as vibrações de energia na qual a caverna está recebendo no momento que o portal se abre.
A Trilogia A Caverna Cristalina tem como autora Christiane de Murville e Uma Aventura no Tempo é o primeiro livro dessa trilogia.
Christiane criou personagens inteligentes e aventureiros. Não cheguei a me apegar a ninguém em especial, mas gostei de todos. A forma como a autora descreve cada um me fez imaginá-los, como se eu tivesse vendo-os na minha frente. Todos possuem personalidades diferentes, mas eles acabam se aproximando devido ao fascínio que se é estudar viagens no tempo. A forma como eles interagem é muito lindo de se ler, pois um se importa e cuida do outro. Nada forçado, o que me deixou muito feliz.
A respeito da descrição da autora, eu gostei bastante, pois me fez imaginar cada detalhe na qual ela descreveu. Cada cenário escrito foi muito bem detalhado e cada elemento, como vestimenta e construções foram descritos de uma forma que fez como se eu realmente tivesse na história. Tudo de uma maneira clara, não deixando o leitor perdido.
A narrativa é em 3° pessoa, escrita de uma forma que faz o leitor interagir com a história, assim conseguido acompanhar os personagens em cada aventura. O enredo está fantástico, tudo em seu devido lugar, além de que, claro, por ser o primeiro livro de uma trilogia (apresentação aos personagens e cenários), possui uma brecha para a continuação que eu estou louco para começar.
A respeito da diagramação, gostei muito, as fontes foram escolhidas de uma forma de cansa a vista do leitor, além de possuir tamanhos adequados a leitura. As folhas amareladas deixam a composição da leitura mais aconchegante, assim não cansando a vista. A capa está linda, com cores lindas e composição bem trabalhada, tudo com muito cuidado. O livro possui algumas ilustrações da própria autora, eu adorei demais os traços leves da Christiane, cada desenho possui uma relação com a história, isso me fez imaginar e abrir minha mente mais ainda durante a leitura, pois conseguimos visualizar como algum fator descrito seria na forma de uma imagem. Percebi que o livro foi bem trabalhado e bem cuidado, pois cada aspecto da diagramação foi bem estudado, resultando nesse livro lindo.
O livro também está disponível no formato AudioBook (AudioLivro) e eu tive o prazer de poder intercalar a leitura entre o livro físico e o audiobook, confesso que foi uma experiência incrível e nova pra mim. Naqueles momentos que você não está com o livro em mãos e quer ler, você pode pegar o audiobook e escutar a narrativa, assim continuando a jornada de Uma Aventura no Tempo. A plataforma na qual eu acompanhei a leitura foi o TocaLivros, uma empresa nacional que se dedica a produção de livros nesse formato. O trabalho deles são excelentes, tudo bem trabalhado e o cuidado do material é surpreendente. Uma Aventura no Tempo foi narrado pela própria Christiane, autora do livro. Eu sinceramente gostei bastante da experiencia e indico para todos, especialmente para quem em alguns momentos do dia não pode pegar o livro físico.
Livro super recomendado, com uma mistura de ficção científica e fantasia, dois gêneros que gostou muito, além de, claro, possuir muita ação e aventura. Para leitores que gostam desse tema, assim como eu, de viagens no tempo e realidades multidimensionais irá adorar essa leitura.
Venho também agradecer a autora pelo carinho e atenção.
Espero que tenham gostado da resenha! Um grande abraço!
Marcelo.

Link para compra:
Físico: Saraiva
AudioBook: TocaLivros

Resenha: Uma Janela na Praia

Resenha: Uma Janela na Praia
Autora: E. Samuel
Editora : Independente
Páginas: 241
 Ebook cedido pela autora




Sinopse: " Falar que não gosto de pirralhos chega quase a ser pleonasmo! Eu não teria dado uma segunda olhada naqueles meninos se não fosse pelas peruas! Sério."
Segura de si e confiante, com pleno controle de tudo o que acontece em sua vida, Carolina acha que meninos mais novos são, certamente , uma perda de tempo,
Tudo muda quando um desafio entre meninas toma proporções muito maiores do que o imaginado e Carolina percebe que acabou caindo em sua própria armadilha.
Rafa , um menino mais novo, chega como quem não quer nada e acaba ocupando muito mais espaço do que deveria, obrigando Carolina a lidar com sentimentos e situações que nunca havia enfrentado.
"Colocar os pés pelas mãos e, certamente, o que vou fazer!".
Um romance cheio de conflitos, emoções e confusões, "Uma janela na Praia", escrito sob a ótica da jovem Carolina, descreve de forma bem humorada, o desabrochar de sua juventude e seus erros e acertos aprendendo a enfrentar a vida e o amor.
Mas do que tudo, "Uma Janela na Praia", mostra que a vida é feita para ser vivida e que, quando uma porta se fecha,outra se abre em algum lugar.


Em Uma Janela na Praia conhecemos Carolina uma jovem tímida mais sempre segura de si, e sobre o que quer.
Em suas férias costumava ir ao litoral com sua família, onde passava as tardes se deliciando nas águas do mar junto com sua amiga Samanta. E é em mais um desses feriados enquanto ia para a praia, que ela depara-se com um grupo de meninos que nunca tinha visto, que estavam hospedados no prédio ao lado. Logo de início elas os menosprezam, afinal elas jamais perderiam tempo com pirralhos!! Mais ao observar que suas inimigas mortais as qual chamavam de "peruas" estavam atraindo toda a atenção deles para si, Samanta e Carol, aposto entre si de roubar a atenção dos pirralhos para elas.
O que elas não esperavam era que iriam cair em sua própria armadilha, quando dão por si veem que a amizade dos pirralhos começa a ser algo quase que essencial , pois passavam o dia pensando em quando os veriam o que fariam juntos...mais o maior medo de nossa protagonista era que no meio desses pirralhos um deles lhe chamava mais a atenção, Rafael.. e era por ele que ela começava a sentir algo totalmente diferente!
E agora, entregar-se a algo totalmente novo e completamente assustador? ou viver com suas convicções e certezas??
Enquanto fica sentada espiando a janela para ver se alguém vai aparecer.. essas e outras dúvidas enchem o coração de nossa protagonista, nos presenteando com uma leitura completamente deliciosa.

Sabe aquela leitura, que te nos  traz um enorme sorriso nos lábios enquanto  a lemos , e nos  permite voltar no tempo e relembrar das suas paixonites e peripécias na adolescência?? em Uma janela na Praia , E.Samuel nos presenteia com um enredo delicioso, criativo e cativante, que permite ao leitor sentir um misto de nostalgia ,e relembrar os dramas e confusões pelos quais passamos na adolescência.
Narrado pela perspectiva de Carolina, partilhamos com ela seus medos e incertezas, e vemos pouco a pouco o nascimento de um novo sentimento e como esse nascimento a assusta. Confesso que em determinados momentos quis entrar no livro abraçar a protagonista, e em outros momentos quis dar-lhe um safanão kkk.
Me vi em várias partes da leitura, conforme ia lendo ia passando um filme na minha cabeça!!
Quem nunca juntou a galera e ia pro centro da cidade, sentar em um muro ou praça e ficar fazendo nada, ou ouvindo alguém tocar violão que atire a primeira pedra kkk!
Se você está buscando uma leitura  leve, divertida .. para curar uma boa ressaca literária.. sem dúvidas indico essa leitura a vocês!!!

Não deixem de conhecer os demais livros da autora.. irei deixar a baixo os links das resenhas!!
Beeijos
As Quatro Portas do Tesouro- Em Busca do Amuleto de Aloni
As Quatro Portas do Tesouro- O Resgate de Althea